Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

every girl have a bitch inside...

Peço imensa desculpa a todas as mulheres que se ofendam...a minha intenção não é ferir susceptibilidades, mas sim criar uma crónica  do banal quotidiano, a minha idade não será a mais apropriada para este tipo de posts , mas algo no meu ser necessita de se exprimir, e a melhor maneira é escrever..."SIM, ESTOU BASTANTE CHATEADO!!!". Porquê?
...acho que o título diz tudo, a felicidade é temporária, a tristeza é duradoura e dolorosa, nesta altura devem vocês estar a pensar,"...coitado sofreu uma desilusão amorosa".. ihih Boa análise...mas não...desta vez não.Desiludi-me sim com  a mulher moderna, a mulher demasiado revolucionária, demasiado desinteressada...os antigos ditados começam a ter a maior veracidade de sempre, "(..)ama quem te ama(...)"Charles Perrault para quem não conhece é o autor de grandes contos tradicionais como "Cinderela" não teria sido escritor se soubesse que não existem cinderelas, nem belas adormecidas hoje em dia... Freud preferia ter vivido na ignorância do que ter descoberto que todas as pessoas são influenciáveis, começo a perceber o porquê do aumento substâncial  da homosexualidade  no mundo, pois as mulheres estão cada vez mais básicas e comuns...não? então analisemos isto desta forma, eu consigo dividir as mulheres em diferentes tipos de grupos, e nenhum dos grupos existe genuinidade e sinceridade, se quiserem que seja mais primário então tudo bem, existe as mulheres que são  muito parecidas aos cães a cabeça cresce o cerebro não, outras que vem a vida como um jogo que só acaba quando se ganha uma mala da D&G,  um bom carro, e uma herança de alguem com mais de 60 anos, outras andam perdidas e são como os barcos á vela encalham em porto incerto, e sempre temos o grupo que mais me incomoda a mim e a todos os meus amigos que já foram afectados por isso, a mulherzinha muito apaixonada de bem com a vida que depois de um longo relacionamento decide terminar a relação, dar uma volta na vida sem se importar minimamente com sentimentos de alguêm, e o pior disto tudo é que normalmente o motivo mais forte que tem para adjectivar a sua decisão costuma ser um desconhecido qualquer...os homens são o que? "cabrões"?...vamos reformular essa ideia não?
status: feliz...não sei porquê..ihih
Music: Max Romeo - chase the devil

Post by i.have.a.dream às 00:42
link do post | Manifesta | favorito
14 comentários:
De algo, alguem, algures... a 28 de Junho de 2007 às 15:04
olá... De facto tens muita razão em relação ao teu titulo, todas nos temos uma bitch inside, mas nem todos nos expressamos da mesma forma, provavelmente tens conhecido as mulherzinhas erradas, ou nas épocas erradas. nem todas têm a cabeçinha vazia, só com malas e roupas no pensamento. algumas em momentos de vazio, que não sabem o que querem procuram sim outras pessoas, para verem o que querem da vida, e sim, provavelmente calha a um "desgraçadinho" o papel de servir para saber o que queremos... muitas vezes sabemos que magoamos os sentimentos desses "desgraçadinhos", mas há coisas que sem sempre se podem evitar! mas e vocês, nunca abusaram dos sentimentos das mulheres???
E finalmente sim, ama quem te ama, por vezes as dúvidas desaparecem quando nos apercebemos que existe alguém que nos ama, e que não vão ser os tais "desgraçadinhos" que nos vão amar!! tudo na vida envolve sofrimento... lamento mas é mesmo assim...


Os homens não são todos os cabrões, mas nenhum é santo, e as mulheres não são todas umas vadias, oportunistas e interesseiras...

sei que era só uma crónica, mas não pude deixar de comentar...
=)


De i.have.a.dream a 30 de Junho de 2007 às 20:12
lol..ok muito obrigado pelo coment, volta sempre... se tiveres algum tema para debater é só dizer...[]*


De Maria a 5 de Abril de 2008 às 03:25
Há mulheres boas, mulheres assim-assim e mulheres más, bem como más mulheres. Homens idem. Não generalizemos.

Mas, quanto ao ultimo tipo de mulher, vou falar de uma situação específica, embora admita que hajam outras. Muitas vezes operam-se grandes mudanças numa mulher, quando um "cabrão" passou por ela e lhe deixou o universo de pantanas. Há que reunir os caquinhos todos e "renascer" das cinzas. Subitamente nesse processo de renascimento redescobrimos o prazer de viver e de repente ficamos lindas de morrer e isso incomoda o "cabrão". Por acaso acho engraçado e gostava que me explicassem por que é que um homem que pôs na borda do prato de repente fica muito incomodado por não estarmos a lamber o chao que ele pisa e de repente estamos lindíssimas como nunca estivemos com eles, em vez de andarmos todas ranhosas, cheias de olheiras a choramingar atrás deles. Quem fica a ganhar geralmente é quem surge depois, porque entretanto já aprendemos com o erros e conseguimos dar muito mais de nós numa nova relação. Talvez não sejamos tão más como nos pintam. :)


De i.have.a.dream a 5 de Abril de 2008 às 05:23
Bom, Maria penso que trouxeste algo intimo entre linhas, em relação ao suposto adjectivo que deste ao Homem, é como tudo na vida onde há um cão existe uma cadela...
E já agora interessei-me pelo processo de renascimento, que é na maior parte das vezes uma mentira, um escudo criado pelo próprio humano para se sentir bem e autoconfiante uma espécie de defesa fictícia , ao longo desse processo terá experiências positivas e negativas, normalmente mais negativas, até regredir ao passado e pensar em como se era antes da suposta desilusão ..


De Maria a 5 de Abril de 2008 às 09:53
Olá. O termo "cabrão" foi apenas para pegar no adjectivo utilizado por ti. :) Não foi com nenhuma intencionalidade em especial, nem para ferir as susceptibilidades masculinas. Não creio que seja bem assim, onde existe um cão existe uma cadela. Há homens que são uns sacanas para mulheres que até nem se lhes tem muito a apontar. O inverso tb sucede. Não sou de grandes feminismos e muito menos machismos. Tenho convivido com excelentes seres humanos e acredito que nem todos são farinha do mesmo saco como tanto gosta de se rotular. Se toda a gente fosse igual e canalha não precisávamos de andar à procura de nada em especial.


De i.have.a.dream a 6 de Abril de 2008 às 00:47
Olá Maria, acho que esclareci já vários pontos necessários para formar uma opinião e chegar a um consenso , só uma pequena nota, como eu disse anteriormente tinhas rebuscado algo pessoal para a escrita o que faz do teu coment agressivo sem contextualização, o exemplo... "Tenho convivido com excelentes seres humanos e acredito que nem todos são farinha do mesmo saco como tanto gosta de se rotular. " este gosta de rotular é gostam ou gostas?... :)


De Maria a 6 de Abril de 2008 às 00:57
Sinceramente nao percebi o picanço. Não escrevi nada que te fosse dirigido. Aproveitei simplesmente o tema para comentar com base na experiência pessoal. Acho que aqui é do que se trata. Comentar sem experiência é falar no vazio. Tu aproveitaste para maldizer as mulheres. Eu simplesmente te quis dizer que isso não é bem assim. Tudo na vida tem uma razão de ser e julgar é fácil. Fica bem. E felicidades para o blog.


De i.have.a.dream a 6 de Abril de 2008 às 01:17
As minhas sinceras desculpas, nunca foi minha intenção ofender ninguém , a picardia era só para manter a chama acesa e acima de tudo é saudável, achei interessantíssimo as tuas respostas, mais uma vez as minhas desculpas. Gostava de ver um Blog teu. Obrigado pela atenção.


De soflor a 8 de Abril de 2008 às 14:49
Em certos aspectos até concordo contigo mas não será tudo uma consequencia da " sociedade consumista" em que vivemos ??!! e quando falo em consumismo não me estou só a referir a compras no centro comercial. Uma acção requer uma defesa.
Não percebi bem a relação entre o aumento da homessualidade em relação às mulheres... estás te a referir à abertura ( penso que não se trata de um aumento mas sim um maior de numero de pessoas que se assumiram) dos homos masculinos ?? e não houve esse tal aumento dos homos femininos ??


De i.have.a.dream a 8 de Abril de 2008 às 19:20
Olá soflor , em relação a situação de haver mais homossexuais assumidos ou mais homossexuais no mundo, penso que existe mais homens, as mulheres só estão a ser mais livres e despreocupadas como os homens foram toda a vida tendo os Homens a noção de família em mente como prioridade e as mulheres o profissionalismo futuro. O consumismo mundial não é perigoso mas sim errado a forma como se desenvolve , a situação Portuguesa é uma imagem bastante forte desse défice. Obrigado


De nelson camacho a 8 de Abril de 2008 às 18:13
Camarada "cabrão" assim te intitulas. Tu não estarás doente? Então o que é que tem a ver a homssexualidade com com o conceito que tens da mulher? Srás tu "cabrão" que andas escondido e também gostas da fruta? a esses chamam-se hetrossexuais e pelo facto de uns o outros existirem não vem mal ao mundo. O que vem mal ao mundo é existirem homens cabrões como tu que denigrem a mulher como o fazes. SE EXISTE NO MUNDO UM SER MAIS BELO É A MULHER. É ela que nos tras no seu ventre durante nove meses e no fim tem o mais belo feito existente ao cimo da terra. O PARIR. Tu não és capas de o fazer por mais que te esforces.
TENHO DITO!.
Nelson Camacho D'Magoito


De i.have.a.dream a 8 de Abril de 2008 às 19:10
Olá Nelson, é verdade o conceito que escrevi a mulher neste post não tem nada a ver com a homossexualidade , quando li o teu coment ário achei interessante em esclarecer o conceito, retratas a mulher como se deve caracterizar uma mãe, mas quando cheguei ao último terço do coment desiludi-me com tanta falta de rigor e educação, sendo o caro leitor masculino não entendo a parte de não ser capaz de (parir), você consegue? Se o senhor têm noção do que escreveu, sendo em grande parte activista mas com ideologias diferentes, peço que não me trate por camarada, e para terminar, gosto de mulheres senhor Nelson, alias gosto de 2 mulheres a minha namorada e a minha mãe. Obrigado


De sonya hougardy a 26 de Abril de 2008 às 20:57
ahahhahahahaha ^^


De Il Conte a 10 de Agosto de 2008 às 12:43
la voglio come biancaneve con i sette nani , noiosa come una canzone degli Inti Illimani , voglio una donna donna donna donaa con la gonna gonna gonna ..."
Quero-a como a branca de neve com os sete anões, aborrecida como uma canção dos Inti Illimani , quero uma mulher mulher mulher, de saia, saia, saia..."
Já em 1992 o cantor italiano Roberto Vecchioni cantava uma canção cujo titulo é: donna con la gonna (mulher de saia).
a letra está aqui:
http:/ www.italianissima.net testi /vounado.htm
é possível ouvir a canção que é engraçadinha , no youtube aqui:
http:/ video.google.it /videosearch?q donna con la gonna &hl=it&sitesearch=#q=vecchioni%20donna%20con%20la%20gonna&hl=it
Achei interessantes os comentarios das mulheres a este teu post, e achei interessantissimo o post em si.
(achei menos interesse a uma contribuição de outro ouvinte, que quis faltar de respeito, sem sentido, mas ok, é com ele...)


Coment post


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.Find

 

.Janeiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.recentes

. Maçã(ónico)

. Mensagem de Bolso

. Bloco

. Always Tease Tease Tease

. Cuz i got time..

. souvenir

. Miguel Torga

. Feeling Blue

. Gripe Vida a Minha

. People

.stuff

. Janeiro 2012

. Julho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Agosto 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Abril 2008

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds